Parceiros

 
IANUS foi fundada em 2010 por um grupo de profissionais com diferentes formações, de grandes e pequenas empresas, universidades, administração pública. Devido ao alto nível de experiência e capacidades de gestão dos parceiros, associados e colaboradores, podemos cobrir todos os aspectos do negócio de energia e serviços públicos, incluindo os aspectos transversal das TIC, organização e gestão. Desenvolvemos projetos de eficiência energética, inteligência, renováveis e infra-estruturas, oferecendo serviços de consultoria que fornecem sistema técnico, económico e habilidades humanistas.
Nossos parceiros colaboraram em desenvolver e construir projetos para mais de 50.000 MW em Itália e no estrangeiro, e mais de 3.000 km de linhas de transmissão na Europa, Norte de África e no Brasil; também eles criaram e acompanharam vários projectos de investigação em Itália, Portugal, Brasil, Turquia.
 
Franco Remondino nasceu em 1938. Engenheiro, actualmente é Managing Partner em NUMA SRL. Atua na área do Project Management no âmbito da energia, CHP e biomassa.
Há muitos anos trabalha nestas temáticas, ao nível nacional (nas regiões italianas Toscana, Marche, Veneto) bem como ao nível internacional (Eslovénia, Áustria, USA). Como Vice-presidente de ISIS International Strategic Information Services - Consulting Co. trabalhou com pesquisa e definição de oportunidades no novo mercado italiano da energia liberalizado.
Em ENEL foi Vice-presidente do Departamento Internacional e gerente da sé de New York.
Sua actividade sempre foi caracterizada pela experiência de management e planeamento nas grandes empresas italianas e nos ramos exteriores, onde as temáticas mais tradicionais da energia encontram-se com as mais inovadoras.
Pietro Palopoli nasceu em 1949. Engenheiro, trabalhou para mais de 25 anos em grandes companhias do Grupo Finsiel, onde desempenhou papeis profissionais e de gerência, tendo responsabilidades de recursos quanto de resultados, de orçamento e de business development.
Atuou em Empresas e Sectores Públicos, em Italia bem como no exterior. Há muitos anos trabalhou com temáticas especialistas: sistemas de rede, qualidade nos sistemas, sistemas em tempo real de comando e controle, sistemas de CRM, redes cooperativas transnacionais, aplicações GIS/GPS, Data Quality, segurança dos sistemas em rede, BPM/R.
Entre os seus trabalhos: o sistema DSX/IBM, a rede transnacional SOSENET, o CUP metropolitano de Bolonha, sistemas FS (Ferroviária Estadual) de informação para o público, o sistema de pagamento das pensões Inpdap, sistemas de CRM/TSF. Profissionalmente interessa-se de desenvolvimento de projectos e soluções, bem como da recente temática das Redes Inteligentes de convergência entre os sistemas para a energia e os sistemas de dados.
Antonio Moretti nasceu em 1946. Engenheiro Nuclear, é mestre em Business Administration, System Engeneering e Project Financing. É esperto de Engenharia e Desenvolvimento de Infoestruturas Eléctricas, Redes Intelligentes e Desenvolvimento de Novos Negócios. Foi consultor sénior para TERNA, no âmbito do Generation e International Power System para a interconexão eléctrica entra a África do Norte e a Europa; para a UNCTAD (Agência das Nações Unidas) foi consultor sénior na área de atracão de investimentos exteriores na América Central.
Até 2001 foi gerente ENEL, como Vice-presidente de Enelpower para o Desenvolvimento de Projectos Internacionais; em ENEL desenvolveu e dirigiu diferentes projectos no âmbito do Planeamento Energético e das Utilities, na Europa, na América Latina e nos Países do Mediterrâneo. Há uma grande experiência no âmbito do Desenvolvimento de Negócios e de projectos nacionais e internacionais de infra-estruturas eléctricas.
Foi consultor sénior para CESI, onde dirigiu e desenvolveu vários projectos de assessoria sobre a Re – estruturação do mercado eléctrico, a Integração dos Sistemas eléctricos e o Desenvolvimento das Energias Renováveis. Sua competência encontra-se particularmente aprofundada nos aspectos técnicos, jurídicos, institucionais, normativos, operacionais – económicos e financeiros dos Power Systems, do ponto de vista do investidor bem como pelo lado dos sujeitos planeadores.
Paolo Coppa nasceu em 1950. Mestre em Física. É professor ordinário de Física industrial técnica no departamento de Engenharia Mecânica da universidade de Roma “Tor Vergata”. A nível didático ele tem os cursos de engenharia, físicas técnicas, instalações térmicas, medidas mecânicas e térmicas. Ele foi o presidente do Comitê para a avaliação da possibilidade de realização de emplanta de trigeneración (geração de energia elétrica, calor e resfriado) de biomassa (residual da poda de árvores de avenidas de Roma e município) para a universidade; também foi um dos sócios de escritura do AIPT (Associação Italiana Propriedades Termofísicas) onde desde setembro de 2004 recupera a posição de Presidente. Desde 2008 ele é também o presidente do Comitê de orientação universitária e o delegado do reitor para o projeto SOUL (Sistema orientação universidades trabalho) e para a colocação.
As investigações de Paolo são centradas nos seguintes tópicos: termometria, trocas térmicas de radiação, pirometria, propriedades termofísicas, desígnio e adaptação de instalações de aquecimento urbano, instalações de produção de energia, avaliação dos benefícios de dispositivos de refrigeração nos veículos industriais, sensoristica térmico de conforto e biomédico. Foi consultor para a administração pública e para Confindustria, nas iniciativas na area da energia ao nível local, e promoveu o desenvolvimento de projetos privados e públicos de aquecimento urbano, eficiência de energia e desígnio de instalações de biomassa e energias renováveis, e também estudo do impacto ambiental.
Gaia Moretti nasceu em 1983. Mestre em Filosofia, PhD em Ciências da Comunicação e Organizações Complexas na LUMSA de Roma. Atualmente é consultora júnior em comunicação, formação e placement; faz parte do CRESEC, o Centro de Investigação em Responsabilidade Social, Eventos e Comunicação da LUMSA; do GP e-du, grupo de pesquisa em Educação Digital da UNISINOS, Rio Grande do Sul, Brasil; e do LABECOS, laboratório em comunicação, educação e reunião social da UNIFOR de Fortaleza, Brasil, com os quais desenvolve sua atividade de pesquisa nos tópicos da sociedade digital e da aprendizagem organizacional online. Sua atividade de consultora vai para as empresas que requerem planejamento e realização de atividades de formação, formação de gerentes, comunicação organizacional e desenvolvimento de planos e campanhas de comunicação, e de apoio para a administração do pessoal.
No momento ela leva a cabo atividades de projetação européia, na marca de chamadas para projetos de investigação e desenvolvimento, colaborando tambén com empresas interessadas.
Giampiero Caliento nasceu em 1948. Filosofo, é consultor empresarial. Foi gerente do Formez, responsável para o Gabinete das Relações Internacionais e Externas. Em 1986 foi contratado pelo Ministerio para as Intervenções Estrapordinarias no Sul, para dirigir o sector “Formação e assistência técnica para as novas empresas”, na Comissão para o Desenvolvimento do Novo Empreendedorismo Juvenil (lei 44).Foi docente de Economia de Negócios – Faculdade de Ciências Económicas – Universidade do Molise. Foi esperto do Instituto da Enciclopédia Italiana Treccani para os problemas do Sul e as politicas de criação de empresa. Em 1990 foi contactado pelo Prof. Giorgio Fuà na Comissão Técnica – Cientifica do ISTAO (Instituto Adriano Olivetti de Estudos para a Gestão da Economia e das Empresas). Participou na “Comissão Sul” do URI.
É esperto de formação empresarial, e foi docente em muitos cursos, quais por exemplo: Mestrado em Direcção Empresarial (SDOA); Mestrado em Direcção Empresarial (Instituto Tagliacarne); Mestrado em Hospitality Management (Novum Mediterraneum); Cursos de actualização para Presidentes e Professores das escolas de ensino secundário (Ministério da Educação Pública); Cursos de actualização para Gerentes e Managers (Ministério do Trabalho).
Gianfranco Sica nasceu em 1941. Mestre em Engenharia. Experto na gestão e exercicio de centrais nucleares e parques de geração térmica. Participou em projectos internacionais com GE, NRL, W Combustion, e foi por muito tempo membro de muitos organismos internacionais. Há também experiência na área das biomassa, combustivéis alternativos e cogeração.
Interessou-se profundamente nas mudansicaças organizacionais e de gestão das companhias de produção eléctrica depois da liberalização do mercado eléctrico e realizou muitas missões no exterior para conhecer as metodologìas utilizadas pelas companhias de liderança.
Em ENEL foi Director do Exercicio Térmico e gerente do Programa de melhoria contìnua das performaces da Produção. Em NUMA srl e GSE SpA trabalhou diretamente com o desenvolvimento de varios projectos de Power Plants e das linahs eléctricas de interconexão, também trasfronteiriça para potenciais maiores.
Engenheiro Elétrico, com grande experiência em Desenvolvimento de Projetos e Negócios na area do Mediterraneo e America Latina, e plantas elétricas. Foi Diretor Presidente da Enelpower do Brasil (2004 - 2006); responsável para as plantas em Kyoto Protocol (China, 2007); responsável senior do projeto nuclear de Flamanville (França, 2008 - 2011) para a Enel.